histórias

Sobre a estranheza das relações

Hoje achei fotos que não eram minhas. De fato como elas vieram parar em meu pen drive não vem ao caso, mas deletar aquelas fotos de nascimento, mecheu comigo de alguma maneira. Aquele bebê recem chegado ao mundo com um olhar profundo, direto, questianador. Como é a vida?
Mentalmente respondo.
O que essa novo navegador da vida não entende, por falta de bagagem por assim dizer, são as milhares de relações as quais o registro de seu nascimento e a sua aparição em meus dados.
Te deleto por não me pertencer e como quem responde
“Melhor voltar de onde você veio caro.”

Advertisements